Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Loja do mecanico e confiavel*

Aprendendo Mais | O Que é e Como Funciona Uma Bomba Peristáltica

Compartilhe esse conteúdo:

Bombas peristálticas são equipamentos utilizados para a transferência de fluidos sob uma determinada vazão – seja ela em mL/minuto, litros/hora ou diversas outras unidades de medida Consequentemente é uma excelente opção multifuncional e multipropósito para a aplicação do usuário final que busca tecnologia avançada, eliminando problemas de manutenção e desgaste excessivo

Um sistema completo de bomba peristáltica é composto por três partes respectivamente, ou seja, o drive, a cabeça (ou também denominada “cabeçote”) e a mangueira Com esses três itens integrados, o equipamento está completo – pronto para ser utilizado Para cada aplicação, uma configuração pode ser montada, o que permite flexibilidade e economia no investimento, justificando excelente custo/benefício

A característica principal e peculiar das bombas peristálticas é o fato do liquido bombeado não entrar em contato com qualquer parte (peça) do equipamento em si, ou seja, o fluido entra em contato apenas com a superfície interna da mangueira – o que não provoca dano ao fluido e também evita contaminações Entenda o princípio de funcionamento de uma bomba peristáltica logo a seguir

PRINCÍPIO DO FUNCIONAMENTO

O princípio de funcionamento da bomba peristáltica é semelhante ao do sistema digestivo do corpo humano – também denominado de sistema peristálticoCom uma boa negociao, voc conseguir achar o modelo com um ano de uso e um valor em torno de R 15. No aparelho digestivo humano, o movimento peristáltico é caracterizado pelos músculos que fazem com que o alimento seja deslocado ao longo do tubo digestivo através de contração e relaxamento consecutivos

Na bomba peristáltica, a mangueira devidamente posicionada e fixa no cabeçote é pressionada por roletes posicionados em volta de um rotor que realiza movimento circular Os roletes, ao se moverem, pressionam e fecham a mangueira, ocasionando o vácuo necessário para deslocar o fluido Logo após a passagem do rolete, a mangueira retorna ao seu diâmetro original devido a conformação própria do material com o qual a mangueira é fabricada

A animação abaixo ilustra perfeitamente o funcionamento deste equipamento:

PASSO A PASSO DESTE PRÍNCIPIO

RAZÕES E VANTAGENS PARA SE ESCOLHER MASTERFLEX

– Fácil troca de mangueiras;

– Confiável há mais de 45 anos;

– Ampla compatibilidade química;

– Desde a pesquisa até o processo;

– Manuseia praticamente qualquer fluido;

– Diversas opções de mangueiras;

– Taxas de fluxo de 0,0006 mL/min a 42 L/min;

– Design exigente e normas de ensaio

  • Tags bomba peristálticabomba peristáltica masterflexbombas masterflexbombas peristálticascabeça de bombaCole Parmerdriveequipamentoequipamento de laboratórioequipamento laboratorioequipamento para laboratórioequipamentosequipamentos de laboratorioEquipamentos para laboratórioequipamentos para laboratóriosmangueiramangueira masterflexmangueira para bomba peristalticamangueira peristalticamangueirasMangueiras de Siliconemangueiras masterflexmangueiras para bomba peristáltica Masterflexmangueiras para bombas peristálticasmasterflexmateriais de laboratóriomodelo de cabeças para bombas peristalticaspreço bomba peristálticaprodutos para laboratoriotipos de bombas peristalticas
  • 2674
  • 2 Comentários

Artigos Relacionados

Aprendendo Mais | Autoclave – Sua história e Quais Segmentos Precisam Utilizá-la
Aprendendo Mais | Além da Diferença entre Água Destilada e Água Deionizada – Como Funciona um Destilador de Água tipo Pilsen?
Aprendendo Mais | Diferença entre Pipetas Volumétricas – Um Traço / Dois Traços – Esgotamento Total e Parcial
Aprendendo Mais | Para que serve o Aparelho Jar Test – Tudo o que envolve o uso deste equipamento
Aprendendo Mais | Tubos para Coleta de Sangue a Vácuo
Aprendendo Mais | Esterilização por Autoclave e Estufa – Qual a diferença?
Aprendendo Mais | Tudo que você sempre quis saber sobre Cultura Celular
Aprendendo Mais | Saiba Qual a Diferença entre Calibração Acreditada e Calibração Rastreada
Aprendendo Mais | Autoclave e o Teste de Esterilização
Aprendendo Mais | Testes para Análise (Triagem) do Leite

2 Comentários

Responder Quirion de Oliveira Spelta Follador 11 de abril de 2017 - 16:01

Gostaria de um orçamento de uma bomba que atenda a necessidade de trabalhar com o fluido glicerina, vazão podendo variar de zero a 25 l/h (ou mais), a pressão de 8 MPa aproximadamente

Responder Flávia Gontijo 16 de maio de 2017 - 11:17

Li a matéria e fiquei muito interessada Quando a bomba começa a esquentar e a mangueira se rompe, pode ser indício de problema em qual componente da bomba?